3 de setembro de 2017 –

Entenda o processo de certificação de um Green Belt

Os Green Belts são os profissionais que possuem conhecimentos teóricos e práticos da metodologia Six Sigma, das ferramentas estatísticas e da qualidade, além das técnicas lean.

Além de suas tarefas diárias, os Green Belts dedicam parte do seu tempo para reestruturar os processos e produtos da empresa, envolvendo-se em projetos diretamente relacionados ao seu dia a dia de trabalho e fazendo com que os problemas rotineiros parem de ocorrer.

Mas, como é o processo de certificação de um Green Belt? O que é necessário para se tornar um especialista certificado?

No Brasil, não existe um órgão que regulamente ou padronize os requisitos necessários para obtenção do título de especialista Green Belt. Por isso, é utilizado como referência o processo de certificação de Belt Internacional da ASQ – American Society for Quality, que atende o mercado para essa área.

As instituições brasileiras validaram que, para a obtenção do título de especialista  Green Belt o profissional deverá realizar um projeto de melhoria dos processos em uma organização, que será validado pela diretoria da empresa, seguido de testes de proficiência e aplicação das ferramentas. O projeto será finalizado após a aprovação do líder do processo e por fim, acontece o reconhecimento e a certificação do responsável (Green Belt).

Em resumo, as etapas para um profissional se tornar um Green Belt:

  • Definição do projeto
  • Assinatura do projeto e start
  • Diagnóstico de desenvolvimento do projeto
  • Validação e certificação

Cada empresa brasileira pode certificar os especialistas de acordo com seus próprios critérios. Mas, para que uma certificação seja respeitada, alguns aspectos são considerados entre a maior parte das organizações, sendo elas:

  • A compreensão do método e das ferramentas Six Sigma pelo especialista, ou seja, seu desempenho nos cursos de formação, no desenvolvimento dos projetos práticos e em testes de avaliação;
  • A conclusão dos projetos práticos com resultados significativos e tangíveis;
  • O raciocínio crítico e a capacidade de síntese das ideias;
  • A condução das mudanças organizacionais, demonstrando as habilidades de liderança e trabalho em equipe.

Tornar-se um Green Belt exige mais do que passar em um exame. A empresa em que o candidato está inserido também é importante nesse processo, já que quanto maior o seu reconhecimento e credibilidade, maior será o valor da certificação.

A credibilidade de uma certificação está diretamente ligada à credibilidade do organismo certificador.  Por isso, é muito importante que o especialista pesquise a avalie bem a instituição em que fará seu treinamento.

Escola Gemba

Artigos Relacionados

Próximos Cursos

Somos o primeiro Centro de Excelência em Lean & Six Sigma do Brasil. Contamos com um portfólio de mais de 200 treinamentos, em 8 áreas de atuação para você que quer dar uma impulsionada na sua carreira! Confira.