31 de agosto de 2018 –

O que é planejamento estratégico?

Planejamento estratégico é o processo mais utilizado por empresas que buscam crescer de forma estruturada, tendo direcionamento do que deve ser feito, por quê fazê-lo e o resultado a ser conquistado. Costuma envolver a definição das metas, indicação das ações para alcançá-las, estrutura adequada e orçamento necessário.

Planeja-se estrategicamente para utilizar os recursos disponíveis de maneira efetiva aumentando a capacidade de assertividade e êxito da organização.

Segundo Peter Drucker, planejar é o processo contínuo de, sistematicamente e com o maior conhecimento possível do futuro contido, tomar decisões atuais que envolvem riscos; organizar sistematicamente as atividades necessárias à execução dessas decisões e, através de uma retroalimentação organizada e sistemática, medir o resultado dessas decisões em confronto com as expectativas alimentadas.

Benefícios do Planejamento Estratégico

  • Possibilita maior entendimento e solução de problemas;
  • Ajuda a compreender os cenários e identificar oportunidades;
  • Proporciona a análise e controle dos resultados de forma mais simples e assertiva;
  • Envolve pessoas e departamentos;
  • Direciona ao Norte Verdadeiro, onde se quer chegar.

Com ele você terá uma análise consistente de toda a organização o que permitirá maior assertividade na tomada de decisões e guiarão os caminhos a serem percorridos. Com o controle contínuo dos resultados, poderá modificar ou manter ações com base no que já foi atingido.

Por fim, possibilita uma comunicação mais clara e, com isso, um maior entendimento e sinergia entre empresas, clientes, público-alvo e colaboradores.

Fases do planejamento estratégico de:

  1. Diagnóstico estratégico: Análise do ambiente interno e externo. Descobrir a essência da organização, criar um contexto que oriente a formulação de estratégias, revelar forças e fraquezas da empresa, identificar riscos e oportunidades (presentes ou futuros) que possam influenciar a capacidade da empresa atingir suas metas, permitir reação e mudança, caso necessário;
  2. Identidade organizacional: Crenças, valores, negócios e missão. Descobrir a razão pela qual a empresa foi criada e por quê ela existe. Os valores ajudam a definir e orientar o comportamento individual, limites éticos para a atuação da empresa e seus parceiros e funcionários, devem ser abrangentes e redigidos de forma clara (fáceis de compreender e comunicar);
  3. Metas e indicadores: Definir metas a serem conquistadas, reais e alcançáveis, para cumprimento dos objetivos estratégicos. Criar os indicadores que vão permitir o controle e monitoramento das metas.
  4. Plano de ação: Ações para suporte à estratégia e indicadores. Utilize ferramentas como 5W2H para gestão do que será feito, como, onde, quando e quem será a pessoa responsável por executar cada atividade.
  5. Controle e monitoramento: Realizar reuniões periódicas, onde os gestores se reúnem para fazer a avaliação dos resultados. Em algumas empresas os colaboradores também participam dessas reuniões.

IMPORTANTE: Distribua as metas e indicadores e garanta que todos os colaboradores, do nível estratégico ao operacional, conheçam a estratégia da organização e saibam exatamente o que precisam fazer para atingir essas metas.

Conheça algumas ferramentas que podem ajudar

Análise SWOT

Conhecida também como Matriz F.O.F.A., é a sigla em para Forças (Strengths), Fraquezas (Weakness), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

Estuda o ambiente o ambiente interno da empresa (aquele que você pode controlar) em busca de suas forças e fraquezas, e investiga também o ambiente externo (aquele sobre o qual sua empresa não tem como atuar) para identificar oportunidades e ameaças.

Exemplo:

  • Forças: equipe comprometida, imagem de confiança.
  • Fraquezas: recursos limitados.
  • Oportunidades: investir em nichos de mercado específicos.
  • Ameaças: crises política e econômica, criação de novas leis.

Cabe a análise SWOT definir como suas forças vão potencializar oportunidades e defender sua empresa de ameaças, e quais fraquezas precisam ser fortalecidas para não ampliarem as ameaças ou prejudicarem o aproveitamento das oportunidades.

Matriz de Ansoff

Método criado por Igor Ansoff, para avaliar a situação de mercado do negócio. Nessa matriz as variáveis estudadas são referentes ao portfólio de produtos e serviços de um negócio levando em consideração se o mercado que está sendo atendido é novo ou já existente, assim como o produto/serviço avaliado é algo novo ou já existente.

Exemplo:

  • Penetração de mercado: Aumento da quota de mercado; aquisição de mercado.
  • Desenvolvimento de produtos: Adição de novas características ao produto; rejuvenescimento de produto.
  • Desenvolvimento de mercado: Escolher novos segmentos-alvo; penetrar em novos mercados.
  • Diversificação: Lançar novos produtos em novos mercados.

Cada uma das estratégias previstas na Matriz Ansoff pode fazer sua empresa crescer. Tudo depende do momento do negócio e dos produtos e serviços em questão. Se você vai optar por desenvolver novos mercados ou novos produtos, se vai tentar extrair um pouco mais daquilo que já oferece ou se vai se jogar com tudo em uma aventura rumo ao desconhecido, os elementos para essa decisão estão aí.

Em comum, todas estratégias exigem um conhecimento avançado sobre a empresa. Só assim é possível fazer projeções realistas e elaborar um planejamento com maior chance de dar certo.

A3

A3 é uma folha de papel de tamanho 297 x 420 mm. Baseado no método PDCA ( Plan, Do, Check, Act) – Planejar, fazer, verificar e agir, desenvolvido pela Toyota, deve ser aplicado começando pela identificação do problema, buscando a melhoria contínua, gerenciando indicadores e padronizando os processos. O formato A3 facilita o entendimento e define propósitos para uma empresa que busca a excelência operacional. Utilizando essa ferramenta o colaborador é obrigado a filtrar e refinar os pensamentos, de modo que tenha um projeto todo em uma única folha, facilitando a leitura da gerência.

Exemplo:

Enfim, é preciso mais do que simplesmente usar ferramentas de gestão, é preciso que elas estejam focadas nas necessidades específicas do seu negócio.

Essa é a época perfeita para realizar o planejamento estratégico da sua empresa. Veja como podemos te ajudar, aqui. Espero que tenham gostado!

Escola Gemba

Artigos Relacionados

Próximos Cursos

Somos o primeiro Centro de Excelência em Lean & Six Sigma do Brasil. Contamos com um portfólio de mais de 200 treinamentos, em 8 áreas de atuação para você que quer dar uma impulsionada na sua carreira! Confira.

DESIGN THINKING

18/09/2018

16hs

08h às 17hs

REDESENHANDO PROCESSOS E SERVIÇOS PARA MELHOR PERFORMANCE

MAIS INFORMAÇÕES

FORMAÇÃO SIX SIGMA YELLOW BELT

18/09/2018

16hs

08h às 17hs

Neste programa de formação a nível YELLOW BELT será apresentado noções básicas sobre a filosofia Lean Six Sigma.

MAIS INFORMAÇÕES

GESTÃO E LIDERANÇA DE PESSOAS E PROCESSOS

20/09/2018

8hs

08h às 17hs

O curso proporcionará a combinação entre teoria, exercícios e dinâmicas em grupo, focada em desenvolver o novo papel do líder.

MAIS INFORMAÇÕES